PCS | Plataforma para o Crescimento Sustentável

Think tank que visa contribuir para a afirmação de um modelo de desenvolvimento sustentável, num quadro de ampla participação nacional e internacional

in english

RELATÓRIO PARA O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA VISÃO PÓS-TROIKA

Afirmando um novo modelo de desenvolvimento para o país

 

O Relatório para o Crescimento Sustentável: uma visão pós-troika, lançado publicamente no dia 13 de Dezembro de 2012, resultou de mais de um ano de trabalho, durante o qual a PCS ouviu dezenas de especialistas, realizou centenas de reuniões dos 27 grupos de trabalho, produziu milhares de páginas de versões provisórias, com diagnósticos e recomendações, beneficiando da incalculável generosidade do trabalho voluntário dos mais de 400 membros da PCS.

 

Na sua versão final, a PCS chegou a uma síntese de 240 páginas, identificando 27 desafios estratégicos e 511 recomendações considerados fundamentais para libertar o potencial de crescimento de Portugal.

 

A apresentação deste Relatório foi, no entanto, um ponto de partida, não um ponto de chegada. Imediatamente após a sua publicação, a PCS apresentou o Relatório para o Crescimento Sustentável aos Órgãos de Soberania, em audiências com o Presidente da República, a Presidente da Assembleia da República e o Primeiro-Ministro.

 

No arranque de 2013, o Relatório foi também apresentado ao Conselho Económico e Social, aos grupos parlamentares, às centrais sindicais e às confederações patronais.

Ao longo de 2013, o Relatório da PCS foi ainda alvo de um amplo debate, que decorreu de um modo descentralizado por todo o território nacional, beneficiando do contributo de todos.

 

Nesse âmbito, a PCS promoveu várias sessões públicas de discussão das 511 recomendações formuladas no Relatório para o Crescimento Sustentável. Consulte aqui o Calendário destas Sessões

 

Esta discussão nacional foi essencial à revisão da 1.a versão do Relatório e à apresentação do Contrato para o Crescimento Sustentável no Congresso do Crescimento Sustentável, realizado no dia 9 de Novembro de 2013. Neste contrato, a PCS identificou uma lista mais sucinta e mais estratégica das propostas que consideramos imprescindíveis para libertar o potencial de crescimento de Portugal.

Saiba mais aqui

 

Conheça aqui o Relatório: 

- Versão integral (pdf)